Por que estamos pagando por streaming?


A internet se fundou num modelo anárquico, onde informação e conhecimento deveriam ser acessíveis a todos, gratuitamente. A ideia de que a internet é gratuita contamina o internauta, que por sua vez baixa ilegalmente com naturalidade. Não há um real policiamento desses atos no Brasil, então essa sensação de acessibilidade é generalizada.

Então o que faz do nosso país um líder em serviços de streaming pagos? O que nos leva a migrar do gratuito? O que nos convenceu a pagar pelo que já era de graça?

Um fenômeno que podemos observar é que o usuário vêm passando a ser um ser cada vez mais passivo. Não estamos tão mais acostumados a ir atrás de conteúdo. Hoje ele simplesmente chega na nossa timeline.

O quão comum é você digitar a url de um site? De ter costume de acessar um blog como esse digitando seu endereço completo? Nossa principal fonte de conteúdo é o facebook. Tudo vem até nós: cada link que abrimos, o fazemos, majoritariamente através de redes sociais.

Mas o conteúdo que acessamos pelo facebook ainda é gratuito! Ele ainda se vale da regra da publicidade para ter faturamento. Como isso nos influencia a efetivamente pagar por outros serviços?

O Spotify e os outros aplicativos de streaming pago trabalham dois comportamentos do usuário: o de pesquisar e conhecer a música, que costumava a se dar através do youtube, por exemplo, e o de possuí-la, que era antes feito através de downloads ilegais.

A facilitação dessas duas atitudes numa plataforma com uma curadoria que demanda zero esforço do usuário gera uma comodidade que atrai o internauta mais passivo.

Enquanto a facilidade atrai os passivos, a qualidade é a responsável por atrair os internautas mais ativos. Até os mais ratos de internet se viram acostumados com a facilidade de não ter que procurar pelo link com a melhor versão de algum filme, por exemplo. Ao invés disso, apenas perguntam: "Tem na Netflix?"

A comunicação da Netflix sempre focou muito na facilidade de não ter que sair de casa para assistir aquele filme que você queria. O Spotify começou se anunciando como um grande portal de música gratuita, acostumando seus usuários com a qualidade, esperando estes se incomodarem com a publicidade. E funcionou.

Estamos pagando porque fomos acostumados a não precisar mais ir buscar pelo conteúdo. Ele simplesmente está lá. E agora não conseguimos voltar atrás procurando pelos melhores torrents. Começamos a nos incomodar com outras coisas, como as propagandas entre as músicas do Spotify, e acabamos facilmente convencidos a pagar pelo - nem tão alto - valor de sua mensalidade.

"Às vezes, quando você paga pelas coisas, as coisas melhoram" - Jaron Lanier

#netflix #spotify #streaming #ondemand #marketing

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • Vimeo Social Icon