5 clipes para acariciar os olhos

21/12/2017

Aqui na Vintepoucos a gente sempre se reúne para ver clipes novos, ficar debatendo técnicas e fazer reviews de clipes entre a gente. Então hoje eu decidi selecionar 5 clipes que já fizeram nossos olhinhos brilharem e nos fazer ficar com vontade de imitar.

 

Major Lazer – Light it Up

Esse clipe é animal porque usa muitos recursos de pós-produção unido a uma boa organização de produção. Ele tem tudo o que o profissional de pós sonha: um bom planejamento, motion track impecável e uma máquina absurda para renderizar tudo isso. Como diria um de nossos sócios: esse clipe é tão legal que dá vontade de apertar.

 

Coldplay - Up&Up

Ideias simples sempre nos enchem os olhos. É claro que esse clipe tem um grande orçamento e uma equipe de efeitos incrível. O que nos impressiona aqui é como uma ideia simples e bem executada tem um resultado poderoso. Bom, sem mais palavras, é no sentido exato da expressão: simplesmente espetacular.

 

Ah, quer saber mais sobre a técnica? Tem o making of:

 

Anitta - Bang

Sempre gostamos de incluir iniciativas nacionais nas nossas listas. Bom, esse é um clipe que nos dá vontade de abraçar o responsável pela edição que deu todo o brilho na montagem. Além de uma direção de arte na mosca, o clipe ganha toda vida após a etapa de efeito visuais.

 

Alt-J - Breezeblocks

Esse aqui é um clipe que te dá - como diriam os jovens - um mindfuck. Além de um roteiro muito bem trabalhado, os caras deixam a filmagem redondinha. Contam a história de trás pra frente conseguindo te entregar um plot twist no final (que na verdade está no começo). É a junção perfeita de planejamento e execução.

 

Ok Go - This Too Shall Pass

É impossível falar de clipes lindos sem falar no Ok Go (que de certa forma ficaram escravos do que eles mesmo começaram). Você nunca vai ver um clipe normal dessa galera. Eles vão desde clipes gravados em 4,2 segundos e desacelerados na edição até gravações em gravidade 0. This Too Shall Pass é mais um deles, onde os caras construíram uma a máquina de Rude Goldberg (aquela que uma coisa bate em outra, que bate em outra e que bate em outra). Divirtam-se!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Por que estamos pagando por streaming?

May 11, 2018

1/7
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • Vimeo Social Icon
Copyright © 2015 Vintepoucos